A importância do uso de plantas tropicalizadas em Hidroponia

Autor: Gláucio da Cruz Genuncio – Dr. Em Nutrição Mineral de Plantas.

O conhecimento do clima e, acima de tudo do microclima é fundamental para a obtenção de respostas positivas no cultivo hidropônico de hortaliças folhosas e frutíferas, assim como para o cultivo de plantas medicinais e condimentares neste sistema.

A variação de comprimento do dia (fotoperíodo), temperaturas diurnas e noturnas, umidade relativa, pluviosidade e radiação favorecem a uma resposta diferenciada das plantas.

 

 

Em alface, temperaturas elevadas (acima de 32oC) induzem às plantas não aclimatadas ou não tropicalizadas a pendoarem precocemente, ou seja, entrarem em estádio reprodutivo (algo que não é o esperado em cultivo de hortaliças hidropônicas).

Esta mudança fisiológica e morfológica induz a uma reduzida qualidade comercial, uma vez que a planta apresentará sabor amargo, devido à síntese de látex; assim como perderá qualidade comercial, por apresentar-se com um inadequado comprimento nos entrenós. Logo, o produtor deve se preocupar com a escolha de variedades ou híbridos adequados ao microclima de sua estufa.

Atualmente no cultivo de hortaliças folhosas no Brasil e, em específico para alface, são ofertadas plantas adaptadas à grande diversidade climática brasileira. Estas plantas destacam-se por resistirem ao pendoamento precoce, além de serem adaptadas às condições climáticas de verão quente e chuvoso e por apresentarem menor índice de distúrbios fisiológicos, tal como o tip burn. Comumente, as plantas tropicalizadas também apresentam resistência induzida ao míldio e Phythium. Que em certas regiões configuram como doenças causadoras de significativos prejuízos aos produtores.

As características acima apresentadas remetem a um ciclo mais precoce das plantas quando cultivadas em hidroponia, com consequente aumento da produção e da produtividade neste sistema de cultivo. Vale ressaltar que a característica de tropicalização perfaz todos os grupos de alface, ou seja, vai desde alfaces crespas e lisas até as alfaces roxas e as americanas.

Assim, para se produzir em sistemas hidropônicos, a recomendação principal é a busca de plantas que se adéquam às características microclimáticas, pois esta adequação será um fator de crucial importância para a produção na entressafra, da qual garantirá ao produtor maior rentabilidade e menor sazonalidade na produção.

 

Compartilhe este conteúdo