hidrogood news geada e cultivo protegido

Hidrogood News Edição Especial: A importância do Cultivo protegido na redução do efeito da geada

Por: Dr. Gláucio da Cruz Genuncio, especialista em Nutrição Mineral de plantas.

O Brasil apresentou, no mês de julho, séries históricas de temperaturas mínimas em várias regiões produtivas. Estas temperaturas abaixo de 0ºC causaram perdas significativas aos produtores de hortaliças em função dos danos ocasionados pela geada, e impactaram a oferta de hortaliças nos principais estados. 

Mas afinal, o que é geada e como se forma?

Este é um fenômeno natural ou meteorológico onde a água se deposita na forma solida (gelo) nas diversas superfícies (carros, casas, árvores) e, no contexto deste Hidrogood News, se deposita nas superfícies foliares, caulinares e dos frutos das plantas hortícolas. 

A sua formação dar-se pela queda abrupta da temperatura no ambiente, geralmente a noite e, que ao passar dos -4ºC, a água do ambiente em forma gasosa, converte-se rapidamente na forma sólida (gelo) através de um processo denominado sublimação. 

Cabe ressaltar aqui que o orvalho também pode ser transformado em gelo (processo de solidificação), ocasionando danos as plantas, porém a geada não pode ser explicada somente por este processo, como muitos pensam. 

Os danos ocasionados pela geada às hortaliças podem ser reversíveis ou irreversíveis, dependendo da intensidade, e ela pode ser dividida em geada branca e geada negra. A primeira é propriamente o gelo que se forma e se deposita na superfície foliar, gerando uma camada branca. Por outro lado, a geada negra é o congelamento da água nos vasos transportadores (xilema), ou seja, congelamento da água do interior da planta. Sendo que a geada negra se destaca por possuir uma letalidade, geralmente, mais alta que a geada branca para as plantas cultivadas.

Uma das formas que o produtor utiliza para se precaver da geada é o monitoramento climático a partir de informações obtidas de plataformas climáticas e, com estes dados em mãos, faz-se o uso da irrigação por aspersão para reduzir o efeito da geada na cultura. Porém a aplicação tem que ser em um momento adequado, o que dificulta o uso desta técnica de prevenção.

hidrogood news geada e cultivo protegido

O uso do cultivo protegido é, por si, um mecanismo de destaque, uma vez que pode reduzir o impacto da geada, principalmente se houver a possibilidade do fechamento da estufa cujo objetivo é o da manutenção da temperatura interna do ambiente mais alta.

Uma informação muito relevante é o uso da tela aluminizada (Aluminet®) para a redução do efeito da geada. A recomendação é a manutenção da cobertura desta tela nas plantas no decorrer da noite, uma vez que esta tecnologia funcionará “como um cobertor” para as bancadas, favorecendo assim a manutenção do ar aquecido próxima a superfície foliar e, consequentemente, reduzindo (é bom frisar) a possibilidade de impactos negativos na produção e qualidade das hortaliças.

Assim, a redução pode significar um menor impacto da geada, com menores perdas, ou até mesmo, com reversão dos sintomas de queima foliar no decorrer do ciclo produtivo do vegetal.

Com isso, destacamos que este Hidrogood News teve por objetivo principal demostrar a nossa solidarizarão com todos os produtores que tiveram perdas significativas neste mês de julho ocasionadas por este fenômeno natural, assim como gerar uma informação básica sobre como reduzir os impactos da geada em cultivos em ambiente protegido.

Um forte abraço a todos e até o próximo Hidrogood News.

Gostou deste artigo? Separamos alguns que certamente irão lhe interessar:

Compartilhe este conteúdo