pimenta hidroponica

Cultivo da Pimenta Hidropônica no Brasil

 

No Brasil, existem relatos históricos onde o cultivo da pimenta foi observado pelos Portugueses a partir de 1500. Os indígenas, nesta época, produziam uma imensa variabilidade de pimentas nativas, cultivadas ainda hoje em suas reservas. Agora vamos conhecer um pouco mais sobre o cultivo da pimenta hidropônica no Brasil? Veja algumas características deste tipo de cultivo.

 

Regiões e diversidades da pimenta

Atualmente, o Sudeste detém a maior área produtiva, seguido do Centro Oeste e do Nordeste. Ressalta-se que o consumo regional é um fator determinante para a escolha das variedades.
Na região Norte, por exemplo, cultiva-se a pimenta de cheiro, assim como o cultivo da Jalapeño é mais expressivo no Sudeste. Já a malagueta é uma pimenta cultivada em todo o território nacional.

Por ser uma cultura de clima tropical, existe uma intolerância às baixas temperaturas; com isso, temperaturas acima de 22°C são recomendadas para o cultivo de pimenta. A semeadura é realizada em substrato ou espuma fenólica. O transplante dar-se aos 60 dias após semeadura e o ciclo de cultivo pode ultrapassar 365 dias, sem perdas significativas de produtividade.

Devido à rusticidade da pimenta, poucos tratos culturais são necessários. O tutoramento é relevante devido às características inerentes ao sistema hidropônico NFT.
Furlani e colaboradores sugerem concentração (em ppm) de 175 a 180 de NO3, 14 de NH4, 31 a 46 de P, 231 a 244 de K, 120 a 170 de Ca, 27 a 32 de Mg, 32 a 50 de SO4, 0,3 a 0,5 de B, 0,05 de Cu, 0,8 a 5 de Fe, 0,5 a 0,6 de Mn, 0,05 de Mo e 0,05 a 0,1 de Zn.

Condutividade elétrica

O monitoramento e controle da condutividade elétrica – CE, que pode variar entre 2,5 a 3,2 mS cm-1, assim como o pH na faixa de 6,0 – 6,5, e a oxigenação de 10 ppm de O2.

Principais pragas e doenças

Como principais pragas, pode-se destacar: ácaros, pulgões, tripes, lagartas, mosca minadora e broca do ponteiro (Gnorimoschema barsaniella), esta pode ocasionar elevadas perdas produtivas e, como doenças, pode-se destacar: antracnose e oidio, assim como talo oco e murcha bacteriana (Ralstonia solanacearum), sendo esta uma doença chave na região norte e centro oeste do Brasil.

Produtividade e mercado

A produtividade da pimenta é variável, porém em cultivo hidropônico obtenções de produtividades acima de 30 t ha-1 para biquinho e bode, assim como de 60 t ha-1 para a pimenta jalapeño podem ser constatadas.

Associando-se os aspectos favoráveis apresentados acima, com a importância socioeconômica do cultivo da pimenta no Brasil, o uso da hidroponia torna-se uma tecnologia promissora, tanto para a obtenção de excelentes produtividades quanto para a ampliação de mercado, visando a introdução de variedades não regionalizadas.

 

Gostou do conteúdo? Separamos alguns artigos que também irão lhe interessar:

Produção de frutos em hidroponia NFT 
Pensando em investir em Hidroponia? Conheça as vantagens deste tipo de cultivo
Cuidados com a solução nutritiva para a hidroponia
Estufas Agrícolas saiba como escolher a sua
Porque a Hidrogood fabrica seus produtos com Polipropileno

Compartilhe este conteúdo

Deixe uma resposta