Ambiente de cultivo protegido. Manejo microclimático

O conhecimento das características climáticas de uma região é procedimento obrigatório para o estabelecimento de um calendário de plantio na horticultura. Características como temperaturas máximas e mínimas, termoperiodicidade anual e diurna (variações de temperatura diurna e noturna), umidade relativa (UR%), fotoperíodo (comprimento do dia em 24 horas), irradiância, chuvas, ventos, geadas devem ser observadas para a escolha de qual época é a mais favorável para um determinado grupo de hortaliças. Por outro lado, o uso de cultivo protegido amplia a possibilidade de plantio em épocas menos favoráveis a uma dada cultura, como por exemplo, o pepino em plantio de inverno, uma vez que esta olerícola é altamente susceptível às temperaturas baixas. Assim, ao se projetar uma estufa é fundamental que o produtor situado em regiões de alta irradiância, possua um projeto que preconize o pé direito acima de 3,50m e com abertura zenital e em regiões de baixas temperaturas, além do pé direito e da abertura zenital adequada para o verão, faça a aplicação de cortinas laterais para o aumento da temperatura no inverno. Nestes ambientes construídos, o monitoramento e o controle das temperaturas diurnas e noturnas são, dentre as variáveis microclimáticas supracitadas, as de maior importância para que o… Leia mais .