Confira como foi a Segunda Edição do Hidrogood Talks

Nos dias 13, 15 de 17 de julho aconteceu a segunda edição do Hidrogood Talks, evento online e gratuito onde reunimos alguns especialistas para batermos um papo sobre importantes assuntos relacionados a horticultura, mercado agro e, claro, hidroponia.

Nessa segunda edição tivemos mais três convidados e conversamos sobre diversos assuntos. Aqui reunimos as três transmissões e contamos um pouco de como foi esse evento.

Primeira live (13/07) – Pragas e doenças com Glaucio Genuncio, mestre e Doutor em agronomia.

Para abrir essa edição convidamos Glaucio Genuncio, professor da UFMT/Cuiabá e Doutor em Nutrição mineral de plantas para falarmos sobre um tema que vem preocupando muitos produtores de diferentes regiões do país: pragas e doenças.

O professor – que é parceiro da Hidrogood há muitos anos – é, também, um dos professores que ministra a parte teórica do nosso curso de hidroponia (que está temporariamente pausado devido ao COVID-19).

No bate papo, Glaucio começou falando sobre a importância da nutrição das plantas para evitar que pragas e doenças contaminem a produção. A probabilidade de contaminação em um ambiente bem cuidado com plantas saudáveis é mínima.

Ele também explicou que cada região tem a sua principal praga e/ou doenças e que, na verdade, o importante é a prevenção contra tal, mas não o conceito ao pé da letra de método curativo e preventivo de uso de agrotóxico e, sim, lavagem correta das bancadas, uso de peróxido de hidrogênio, dióxido de cloro, limpeza das caixas, etc.

Mas, caso o problema já esteja presente, é importante chamar alguém especializado: “Se estamos com uma estufa tomada por oídio, não adianta querer aplicar leite cru a 10% ou kaligreen[…]tem que procurar um agrônomo para fazer um receituário”.

Segunda live (15/07) – Novos produtos para produção em substrato, com Carlos Orlandi, CEO da Hidrogood.

O nosso segundo bate papo foi com o fundador da Hidrogood, Carlos Orlandi, e o foco da conversa foi novos desenvolvimentos e tecnologias para produção em substrato. 

Carlos contou um pouco de sua história e como surgiu a Indústria Hidrogood. Já são 40 anos no mercado e atualmente estamos, especificamente, no ramo agrícola desenvolvendo tecnologias para sistemas hidropônicos.

O bate papo abordou diversos assuntos, dentre eles a importância de o produtor buscar especialidades, afinal, a forma como você trata uma alface não é a mesma de um tomate, por exemplo. 

Carlos contou também que muitos produtores ficam ressentidos em produzir frutos em Sistema NFT, já que o ciclo desses tipos de plantas é mais longo do que o das folhosas. Nesse caso, acabam em sua maioria adotando a produção em substrato.

Pensando nesses produtores, a Hidrogood criou a Calha Vaso, justamente voltada para a produção de frutos, desenvolvida para suportar os vasos com encaixes adequados e compartimento (reservatório) interno para drenar o excesso da fertirrigação, podendo assim recuperar e reutilizar a solução nutritiva.

O recolhimento do excesso da fertirrigação é muito importante, pois evita a contaminação do solo e, consequentemente, o lençol freático. Além disso, equilibra o microclima dentro do cultivo protegido, já que os solos não ficam úmidos, diminuindo a evaporação pela falta de umidade no solo, além de, claro, possibilitar a reutilização da solução nutritiva, tendo um controle maior sobre ela.

Terceira live (15/07) – Nutrição e gerenciamento dos nutrientes no manejo com Rafael Campagnol, Professor Doutor em agronomia.

A última live dessa segunda edição contou com a presença do Rafael Campagnol, ⁣professor da UFMT/Cuiabá e Doutor em agronomia e falamos sobre um assunto que faz parte de todo tipo de produção: nutrição e gerenciamentos dos nutrientes no manejo.

O bate papo contou com algumas dicas de como efetuar esse manejo dos nutrientes e a importância disso, pois ainda existem muitas pessoas que fazem essa parte da produção pelo “olhômetro”.

Rafael, assim como Glaucio, também ministra a parte teórica do nosso curso, e contou que, quando ainda era universitário a hidroponia ainda não era um assunto tão abordado em sala de aula e um dos motivos era pela falta de profissionais da área no mercado. Fica a dica aí para os futuros universitários!

Um dos pontos da conversa foi a importância desse gerenciamento da solução nutritiva: “é fundamental que a gente use uma solução muito bem balanceada para que as plantas consigam demonstrar todo o seu potencial produtivo”.

Rafael também explicou a importância de usar aparelhos específicos para conseguir extrair o melhor da produção, o peagâmetro (medidor de pH) e condutivímetro (medidor de condutividade elétrica) são os motoristas, pois esses são os principais equipamentos para tomada de decisão na hora de adicionar ou remover algo da solução.

E você, acompanhou essa segunda edição? As lives da 1ª e dessa 2ª edição estão estão disponíveis, também, aqui

Continuem nos acompanhando, vem muita novidade por aí e queremos compartilhar com vocês, nossa família!

Compartilhe este conteúdo