Cuidados com a solução nutritiva para a hidroponia

A solução nutritiva bem balanceada para a hidroponia é um fator muito importante, pois é através da qualidade desta solução que se garante o desenvolvimento pleno e saudável dos cultivares. Na solução nutritiva estão todos os nutrientes necessários para o desenvolvimento das plantas. Por isso, é sempre importante ressaltar a importância da utilização de produtos de boa qualidade e o alto grau de pureza e solubilidade dos fertilizantes para melhorar a absorção e qualidade de produção.

Fatores importantes como temperatura da solução, nível de oxigênio, condutividade elétrica e o pH, deverão ser observados no preparo e manutenção da solução nutritiva. Agora vamos ver um pouquinho sobre cada um deles:

  • Temperatura

A temperatura da solução deve se manter por volta dos 25ºC e não ultrapassar os 28ºC. É importante manter a solução sempre ao abrigo da luz para evitar o aquecimento e desenvolvimento de algas. Da mesma maneira, manter a tubulação de injeção e retorno enterradas, ajudam a resfriar a solução. Em regiões de muito calor, os cultivares absorvem uma quantidade maior de água do que nutrientes e é necessário trabalhar com soluções mais diluídas. Lembrando que quanto mais alta a temperatura da solução, menos oxigênio dissolvido na mesma e causa de morte das raízes.

  •  Nível de Oxigênio

O nível de oxigênio esta relacionado com a temperatura da água, quanto mais fria, melhor a oxigenação, porém a água muito fria acaba prejudicando os cultivares. Devemos manter um nível de pelo menos 4 ppm de O2 na solução, e conseguimos isso com o uso de venturi ou aeradores nas caixas de solução.

A falta de oxigênio pode causar o estresse das plantas e assim, fungos oportunistas como o Pythium, podem contaminar as plantas e acabar com a produção. A oxigenação da solução nutritiva é o que garante a absorção dos nutrientes pelas raízes dos vegetais.

  • Condutividade elétrica 

Diariamente se faz necessária a medição da Condutividade Elétrica – CE (unidade de medida em mili Siemens ou MS) para verificar o nível de consumo dos nutrientes, pois é ela quem determina a quantidade de íons na solução nutritiva e, quanto mais íons, maior a condutividade elétrica.

A condutividade elétrica ideal varia de acordo com a cultura cultivada e região (clima), por exemplo, em São Paulo, indicamos no caso do alface um CE de 1,5 mili Siemens/cm. A medição da condutividade pode ser feita através de um aparelho chamado condutivímetro. Daí a importância de fazer análise inicial da água utilizada na nutrição, pois algumas apresentam excesso de minerais ou um pH muito alterado. A água ideal seria de um CE abaixo de 0,5 mS/cm e sais numa proporção inferior a 50 ppm, com pH em torno de 6,5 – 7,0.

  • pH da solução

O Potencial de hidrogênio (pH) ideal para a solução nutritiva deve se manter entre 5,5 a 6,5. Uma solução nutritiva fora deste intervalo faz com que a planta não absorva alguns nutrientes. A absorção dos nutrientes pelas raízes podem alterar o pH da solução, por isso é preciso diariamente medir o pH  através do Peagâmetro. Se estiver alto podemos abaixar com a adição de ácidos e usar base para elevar se for o caso.

A composição balanceada da solução nutritiva depende, principalmente, destes fatores que vimos acima. No cultivo hidropônico a solução nutritiva fornece todos os minerais que existem no solo, por isso sua importância para o desenvolvimento pleno e saudável das plantas. Claro que tudo isso em um ambiente protegido das intempéries por estufas.

Compartilhe este conteúdo