Desenvolvimento de Tecnologia: Fundador da Hidrogood assume posto em Comitê da Embrapa

 

O fundador da Hidrogood, Carlos Orlandi acaba de assumir o posto no Comitê de Assessoramento Externo da Embrapa (A Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária) para o desenvolvimento de tecnologia em nosso país, por meio de um convite devido à atuação da Hidrogood nos últimos 25 anos

 

No final de 2021, Carlos Orlandi recebeu o convite da Embrapa para integrar o Comitê de Assessoramento Externo. O cargo foi assumido em março de 2022. 

 

Composto por pesquisadores da instituição e por quatro representantes de empresas privadas, o comitê é uma união do setor público e privado, para que novas tecnologias sejam produzidas para nosso país. “O objetivo é levar tecnologia e o desenvolvimento tecnológico para a agricultura em nosso país, por meio da experiência do setor público (Embrapa) e do setor privado”, afirma.

 

Para o empresário, esse convite é um marco muito importante para a Hidrogood. “É algo muito positivo, um reconhecimento da empresa por tudo o que ela tem desenvolvido nos últimos anos. Essa participação no Comitê nos nivela ao nível da Embrapa, um órgão reconhecido mundialmente”, avalia.

 

A oportunidade para integrar o Comitê nasceu de uma longa trajetória, na qual Orlandi está desde 1996, quando nasceu a Hidrogood. A Hidroponia apareceu na sua vida por acaso – mesmo que seu pai, engenheiro químico, já havia lhe falado que, no futuro, o pequeno agricultor seria hidropônico.

 

“Eu comecei na década de 1990, depois que um parente de um conhecido meu começou a montar uma produção e fiquei muito curioso. Fui conhecer a produção e notei que seria um mercado iniciante muito interessante de se investir”, conta Orlandi.

 

Esse primeiro contato com a Hidroponia foi bastante diferente do cenário atual, mas foi a partir de um sistema mais simples que sua visão para esse ramo foi despertada. “Era um sistema bem rudimentar, com instalações feitas no improviso, eu enxerguei uma chance de industrializar e de confeccionar peças para esse produtor”, relembra. 

 

No entanto, mesmo com a visão de uma oportunidade, o empresário tinha um certo receio quanto à demanda desse mercado, ainda muito iniciante no país. Mesmo assim, a empresa resolveu apostar, se tornando a pioneira em Hidroponia no Brasil. “A empresa entrou no mercado de perfis para hidroponia e essa área foi crescendo. Nosso espaço nesse setor foi conquistado gradativamente, ao longo de muitos anos”, ressalta. 

 

Conforme a presença da empresa foi aumentando, novas demandas chegaram. ”Foi notado, nesse mesmo setor,  a necessidade de desenvolver  produtos para montar um sistema hidropônico completo”, afirma Carlos Orlandi. A partir desse ponto, por volta de 2010, a Hidrogood passou a fabricar também estufas agrícolas.

 

Mais tarde, novos produtos passaram a fazer parte da gama de produtos da empresa: “Vieram fertilizantes, bancadas, cavaletes, tudo o que completasse a instalação de um produtor hidropônico, para que a Hidrogood oferecesse e desenvolvesse um projeto completo para o produtor rural”, explica.

 

Na visão de Orlandi, a tecnologia é essencial no Agro para o seu crescimento. Com a Hidrogood, a presença tecnológica na agricultura por meio de vários pilares “A Hidrogood colabora com a difusão por meio dos cursos (presenciais e online), por meio de seus produtos e, principalmente, por meio da Estação Experimental, um espaço onde todas as pesquisas são desenvolvidas antes de chegarem ao mercado”.

 

Quer saber mais sobre agronegócio e tecnologia? Separamos outros artigos que podem te interessar: