A importância da polinização do morangueiro hidropônico 1

Hidrogood News: A importância da polinização do morangueiro hidropônico

Por: Dr. Gláucio da Cruz Genuncio, especialista em Nutrição Mineral de plantas.

A polinização do morangueiro é um fator de extrema importância para o ganho em produtividade e qualidade de frutos, tanto em cultivo convencional como em hidroponia. Mediante a isto, este Hidrogood News tem por objetivo destacar pontos de manejo de polinização para o morango em ambiente de cultivo protegido.

Sempre que enaltecemos as vantagens quanto ao cultivo em ambiente protegido de hortícolas destacamos que o isolamento deste ambiente com o meio externo é um fator favorável. Isso por que estamos evitando uma maior incidência de pragas e doenças no ambiente de cultivo. Entretanto ao fazermos este isolamento, em função de uma barreira física com o uso de telas de proteção, limitamos a entrada de insetos benéficos a determinadas culturas, como é o caso do morangueiro.

Todavia, esta cultura necessita de polinização por abelhas (polinização cruzada). Assim, o uso de colmeias dentro da estufa é o procedimento mais recomendável para evitarmos perdas produtivas ocasionadas pela baixa fecundidade das flores.

Um fator importante quando falamos de perdas produtivas é a confusão que se faz ao identificar um fruto de morango deformado, que por muitas vezes, elenca-se a esta sintomatologia previamente identificada à deficiência de boro. Porém, o que se constata na prática é que um percentual alto desta deformidade é causado pela deficiência na polinização da cultura e não pela deficiência desse micronutriente.

A importância da polinização do morangueiro hidropônico 2

Ao se adotar a polinização como prática produtiva, surge outra dúvida: Qual abelha a ser utiliza na hidroponia do morangueiro? Cabe aqui destacar a não recomendação do uso de abelhas que causem algum dano as pessoas que estão ali trabalhando, como a abelha africana (Apis melífera). Assim, a seleção de abelhas para o uso em ambiente de cultivo protegido restringe-se a um determinado grupo.

Sim, a um grupo, pois segundo a Embrapa, a presença de uma diversidade de abelhas nas flores do morangueiro melhora a produtividade, a qualidade e até aumenta a durabilidade dos frutos do morangueiro. Pois aumentam a massa (peso do fruto), reduzem deformidades, induzem a uma coloração mais avermelhada, além de aumentarem o shelf life do fruto.

Dentre as espécies de abelhas que devem ser introduzidas na estufa, através da implantação de colmeias, pode-se destacar:

  • a jataí (Tetragonisca angustula), esta referenciada como a mais utilizada pelos produtores de morango;
  • Mirim (Plebeia sp);
  • Jataí da terra (Paratrigona sp);
  • Arapuá (Trigona spinipes);
  • Mombuca (Geotrigona sp).

Assim, torna-se factível a condição de se avaliar problemas de polinização do morangueiro em hidroponia. Segundo a Embrapa, uma das formas de identificação de problemas oriundos da ausência de polinização para a cultura se dá pela análise do percentual de frutos deformados, com a recomendação das seguintes práticas de monitoramento após constatação problema: colheita de cem frutos nas regiões centrais da estufa (sem seleção por peso, coloração, por exemplo) e contagem de frutos deformados (desconsiderando frutos com outros problemas não relacionados a polinização, como o ataque de percevejos).

Ao se avaliar o percentual de frutos deformados (frutos deformados/total de frutos), considera-se um máximo de 10% de frutos com deformidades como um problema que não afetará a produção e qualidade de frutos. Valores superiores a 10% demandam a introdução de colmeias de abelhas na estufa, sendo que o quantitativo de colmeias está em função da densidade de abelhas por planta e número de plantas por estufas.

A recomendação é a de uma colmeia a cada 1350 plantas de morangueiro, assim se você tiver 1000 m2 de estufa, com uma densidade de plantas de 8,5 plantas/m2, o total de colmeias será de 6 colmeias.

Assim, desejamos que este Hidrogood News tenha alcançado o seu objetivo e até a próxima edição. Forte abraço!

Gostou deste artigo? Separamos alguns que certamente irão lhe interessar: