A importância das mudas no cultivo hidropônico

A qualidade das mudas é um fator indispensável para a produtividade em hidroponia.

Um fator indiscutível para a garantia da produtividade em sistemas agrícolas, incluindo-se a hidroponia, é o plantio de mudas de qualidade. Mas o que seria qualidade de mudas? Quais são os fatores agronômicos que conferem qualidade às mudas? Sejam estas provenientes de hortaliças folhosas ou frutíferas, assim como de plantas ornamentais ou aromáticas.

A qualidade de muda é a garantia do perfeito estado nutricional e fitossanitário a qual a muda encontra-se no momento do transplante, conferindo a mesma a ausência de desequilíbrios nutricionais, assim como a redução da possibilidade de ataques de pragas e doenças no decorrer do seu processo produtivo.

Ao produtor cabe verificar se as mudas, sejam elas adquiridas de viveiristas ou produzidas na própria hidroponia, possuem uma germinação homogênea, com ausência de sintomas de deficiências nutricionais, tais como cloroses (amarelecimento), necroses (manchas marrons), presença de antocianina (manchas roxas), dentre outras observadas a partir da diagnose visual. Ausência de estiolamento (muda caneluda), enraizamento uniforme na profundidade do substrato (bandejas ou tubetes), com raízes claras e bem distribuídas no substrato e facilmente retiradas das bandejas, caso estas sejam conduzidas em substrato comercial ou em fibra de coco, assim como, folhas definitivas bem desenvolvidas, porte adequado para a entrada na fase seguinte (colo faceando a parte superior do perfil), sem a presença de pragas (insetos) e doenças (tombamentos ocasionados por fungos e bactérias).

                          

A aquisição de sementes com garantias de germinação e com pureza atestada, assim como o uso de sementes peletizadas (quando disponíveis para a variedade ou hibrido escolhido) ou sementes nuas, associada ao uso de substratos inertes, ausentes de fitopatógenos e com características físicas apropriadas (textura média) são fatores preponderantes para a obtenção de mudas de qualidade.
O manejo adequado da irrigação e aplicação de adubos (CEs reduzidas) também são fatores fundamentais no processo de produção de mudas de qualidade.

Com isso, todos estes procedimentos somados favorecerão ao produtor a reduzir o uso de defensivos (químicos ou alternativos, que seja), cujo objetivo é controle de possíveis pragas e doenças, assim como a uma menor seleção de plantas no transplantio, com um maior enraizamento, maior tolerância aos excessos de temperatura e luminosidade, maior uniformidade na colheita e, consequentemente, maior produção e produtividade.

Sendo assim, é possível afirmar que mudas saudáveis garantirão colheitas promissoras, e que o manejo adequando nesta fase é condição sine qua non para o sucesso no cultivo de hortaliças hidropônicas.

Gostou deste conteúdo? Separamos alguns artigos que com certeza irão lhe interessar! 

Compartilhe este conteúdo

Deixe uma resposta