A importância dos produtos com valor agregado

Afinal, qual o sentido da palavra valor agregado? Isso pode ser entendido como a relação entre qualidade e preço, pois para alguns um produto possui valor quando o preço é alto, ou como um equilíbrio entre qualidade e preço. Já para outros, um produto com valor agregado envolve muito mais: Características especiais, serviço de pós-venda e experiência positiva com a marca também influenciam. Assim, entende-se que a percepção de valor agregado é de cada um, é pessoal, já que para isso o produto em questão deve acrescentar algo para o consumidor.

Ao longo da história, com o crescimento do agronegócio, muitos produtores têm procurado aperfeiçoar seus métodos de produção, seus produtos e serviços a fim de alcançar um diferencial e se destacar, e isso inclui tomar medidas que influenciam na agregação de valor dos produtos.

Mas, para se alcançar esse tal valor agregado e se posicionar no mercado com um grande diferencial, além de conquistar clientes exigentes que buscam produtos personalizados, de alta qualidade e um atendimento que os encante, é preciso entender qual a necessidade dele, afinal, quando um consumidor tem a percepção de que aquele é um produto diferenciado e faz sentido comprá-lo, aceita pagar mais caro por ele e buscar meios para tal finalidade. Diversas estratégias podem contribuir para isso e cabe ao produtor entender o que pode fazer de diferente para que seu produto se destaque entre tantos.

Uma das características que influencia na aceitação do produto no mercado é a indicação geográfica (IG), pois o cliente tem a garantia do que está levando pra casa. No caso da identificação do local de origem, é uma forma de gerar reputação e valorizar a história da região produtora.

Além disso, uma pessoa se sente mais segura para comprar um determinado produto quando é informada corretamente sobre o que está consumindo, com garantias formais de procedência e genuinidade. Essas características fazem com que os consumidores percebam maior valor no produto.

A rotulagem, selos de qualidade, denominações de origem, certificações e informações sobre a produção também são essenciais. Apresentação, embalagem, ponto de comercialização, e demandas específicas de nichos de mercado têm impactado, também, de forma decisiva muitos mercados, bem como a imagem que o consumidor tem de certa marca ou país.

Em um estudo realizado pelo Brasil Trends Foods 2020 baseado em estudos internacionais de diferentes institutos e agências, as principais tendências de alimentação no mundo são:

• Sensorialidade e prazer: O sabor e as características sensoriais do produto influenciam nas escolhas dos consumidores, mesmo que o preço seja mais alto. Produtos gourmet, especiarias regionais e alimentos inovadores fazem parte desta tendência, valorizada por 22% dos brasileiros que participaram da pesquisa.

• Saúde e bem-estar: Produtos benéficos à saúde (seja em aspecto físico, mental, cardiovascular e gastrointestinal), com ingredientes naturais, isentos de alergênicos ou com teores reduzidos de sal, açúcar e gorduras fazem parte desta tendência.

• Sustentabilidade e ética: É a tendência de valorização da forma como os alimentos são produzidos, processados e comercializados.

• Conveniência e praticidade: Produtos prontos e congelados e de rápido preparado. É a tendência confirmada por maior percentual de brasileiros: 34%, de acordo com a pesquisa

• Confiabilidade e qualidade: Os produtos seguros e de qualidade atestada, com garantia de origem, rotulagem informativa, rastreabilidade e selos de qualidade gerados a partir de boas práticas de fabricação e controle de riscos contribuem para construir credibilidade de marcas e produtos.

Aqui fica uma dica: Os segmentos relacionados à saúde e bem-estar continuam em crescimento não só no Brasil, mas no mundo, e isso pode criar oportunidades para agregação de valor de produtos agrícolas. 

Além disso, a automação é uma realidade que só cresce, pois agrega valor por meio do aumento de produtividade, diminuição de falhas humanas, redução do trabalho e riscos operacionais. 

Já conhece o Sistema Hidrogood de Perfis Móveis?

Ele tem como objetivo facilitar o manejo e elevar a produção hidropônica, pois foi projetado para ter um número maior de plantas na mesma área e mais agilidade no manejo, fazendo colheita, reposição de mudas, higienização dos perfis tudo na mesma área da estufa. Isso, consequentemente, acaba elevando a produção, devido ao ganho de tempo executando esses processos.

Conheça mais sobre o sistema e suas vantagens aqui.

Gostou das dicas? Separamos outros conteúdos que podem te interessar:
Compartilhe este conteúdo