planejamento financeiro agronegocio

A importância do planejamento financeiro no agronegócio

O planejamento financeiro é uma etapa de extrema importância para um negócio. É a partir desse planejamento (bem como o seu controle) que o produtor consegue realizar um plano de negócios para seu empreendimento rural, ajudando não só nas tomadas de decisões, mas, também, a entender quais serão as mais seguras e assertivas.

O que é um planejamento financeiro?

Primeiro é preciso entender, de fato, o que é um planejamento. É, nada mais, que a elaboração de um plano com ações definidas para alcançar determinado objetivo. Por exemplo, um plano de adubação ou rotação de culturas é um planejamento. Um plano financeiro se refere às finanças de um negócio, pressupondo todos os gastos e investimentos necessários. 

Um bom planejamento financeiro pode servir, em muitos casos, como planejamento estratégico do negócio, já que traz uma visão completa e detalhada dos recursos da empresa e onde são investidos. 

Além disso, com um planejamento financeiro, também é possível analisar o crescimento da empresa no mercado e, através de uma análise preventiva, se preparar para eventuais crises. Daí a importância de traçar metas para que nenhuma instabilidade ocasione prejuízo significativo para o produtor.

O que deve constar em um planejamento financeiro?

Apesar de cada negócio ser único e precisar de ações singulares, é possível se basear em alguns detalhes essenciais. Por exemplo, uma prática muito comum é a de dividir o planejamento em duas partes. A primeira se refere ao orçamento de caixa, já o segundo sobre os lucros da empresa. Sendo assim, o plano deve prever tanto os custos do negócio quanto os lucros (em diferentes cenários). 

Aqui vale uma ressalva: Como o agronegócio, em muitos casos, depende de variáveis como o clima e aspectos macroeconômicos, é necessário incluir, também, os mais diversos cenários, desde os mais otimistas até os mais pessimistas. Assim, o produtor já terá um plano que se aproxima da realidade enfrentada. 

Mas, antes de começar a registrar os dados, é importante ter noção de como está a saúde financeira do negócio. Por isso, realizar o diagnóstico financeiro é importante para saber em que situação está o negócio rural. Aqui é onde o produtor faz a análise das safras anteriores: Gastos, produção, lucro, culturas que foram plantadas, operações agrícolas, insumos comprados, entre outros. Quanto mais informação melhor, afinal, ver os dados atualizados ajuda a ter uma visão maior do seu negócio.

A partir daí o produtor pode começar a registrar as receitas, custos e despesas. Toda e qualquer entrada de dinheiro em um negócio é uma receita, e qualquer saída uma despesa. Esses registros devem estar sempre atualizados, pois só assim o produtor terá um controle real sobre as finanças. Além disso, é através dessa atividade que o produtor saberá onde precisa investir mais capital ou não e, assim, traçar novas estratégias.

Um instrumento de gestão financeira comum muito utilizado é o fluxo de caixa, pois serve para acompanhar as entradas e saídas de capital de um negócio. Pode ser feito diariamente, semanalmente ou mensalmente, o importante é que seja feito, só assim é possível ter uma visão mais detalhada do negócio e estabelecer ações preventivas.

hidrogood planejamento financeiro agronegocio

O controle de estoque também deve ser realizado com certa frequência e com muita atenção. Além de evitar a compra de insumos desnecessários, acompanha a capacidade de armazenamento de produtos da produção, ou seja, não fica produto sem armazenação correta, por exemplo, por falta de espaço.

Outra grande aliada do agronegócio é a tecnologia. Existem diversos softwares e plataformas que auxiliam tanto na elaboração de planilhas, por exemplo, para um controle financeiro estratégico, quanto na elaboração de um plano de negócio em si. Porém, é sempre bom ter em mente que apesar dessas ferramentas serem boas, nada se compara a ter uma pessoa que entende do assunto auxiliando nessa jornada. Afinal, é preciso levar em consideração diversos fatores.

Por isso, o acompanhamento de uma consultoria é o mais aconselhável para que se tenha tudo organizado e traçado de acordo com os objetivos do produtor a fim de potencializar ao máximo não só a produção, mas, também, a lucratividade da empresa e, consequentemente, a presença no mercado frente aos concorrentes.

Conclusão

Como podemos observar, a criação de um planejamento financeiro no agronegócio é crucial para o sucesso da empresa, seja ela familiar ou não. Ter metas bem traçadas, registrar receitas e despesas, ter um diagnóstico financeiro e o controle de estoque são itens básicos, porém necessários e fazem toda a diferença no crescimento de um negócio.

A gestão de um negócio rural vai muito além dos manejos. Os produtores são desafiados a serem bons gestores financeiros e estratégicos, precisando cuidar de todos os aspectos da produção, além de ter que saber lidar com todas as incertezas em relação à comercialização dos produtos devido às variações do mercado.

Gostou desse conteúdo? Separamos outros artigos que podem te interessar: